sexta-feira, maio 02, 2008

Hoje é sexta, amanhã é sábado ...

Hoje é sexta, amanhã é sábado.
Dia de hoje, dia de badalar, tomar uma pra relaxar, falar mal do chefe, da empresa, do parco salário.
Reclamar do colega invejoso, daquele negócio que não fechou e que ía tirar você da lama nas metas do mês ou começar o mês de bem com as vendas.
Dia de pedir aquela gelada e programar o fim de semana.
Ou não.
Dia de ir, como todos os dias, pra casa, enfrentar o trânsito (apesar de quê estamos no meio de pseudo-feriadão), dar umas buzinadas, chegar em casa e encontrar a família. Filhos brigando pra jogar no computador ou na TV de 29' porque a tela é mais legal, o jantar pra sair e você enterrado naquele sofá, como Deus quer: sem camisa de chinelos e bermuda velha, quase rasgada.
Ufa ! mais uma semana.
Para as mulheres independentes (quase como Eu), dia de chamar as outras mulheres quase indepentes pra tomar uma no Bar Central, na Casa da Moeda ou qualquer outro bar cult que o valha. Conversar também de trabalho, dos outros e do que se vai fazer no fim de semana.
Eu ?
Bem, eu não vou sair hoje, pretendo assistir "Quando Nietzsche Chorou". Isso mesmo ! filme cult para sexta-feira.
Amanhã talvez saia com a família e domingo também.
Faz tempo que não leio, não vejo TV e nem... deixa pra lá.
Bom fim de semana pra todos nós.

2 comentários:

Anônimo disse...

vc continua nessa?e agora dando uma de vítima? Sei não....
Sai dessa mulher hehehehehehe

Andrea Aragão disse...

Para todos os interessados(as), estou bem obrigada.
Agora, se as minhas palavras encontram eco nos ouvidos alheios ...
O que se há de fazer não é ?