quarta-feira, setembro 19, 2007

Reis

Os reis são tiranos
Corações gelados
mentes egoístas
e olhos fechados

Os tiranos reis merecem a forca
Com suas faces coradas e sorridentes
Parecem mais gente
Mas no fundo são cabeças ocas

Leais aos seus umbigos
São muito mais que perigo
São o verdadeiro sacrifício
do amor perdido.

Um comentário:

juliana_olinda disse...

O início....

Pra onde vai o rei só, nesta vida;
Onde foi que ele se perdeu;
Tão feliz era o reinado desta vila;
Que por um amor ele se vendeu.

Os soldados vagueiam feridos;
Por uma guerra que ele sucedeu;
Mas qual será o motivo da briga, todos diziam!
E num olhar triste ele se rendeu.

De olhares serrados todos sofriam;
Por um mal que ninguém cometeu;
Nosso rei soberano nunca podia;
Fazer guerra com seus amigos plebeus.

Seus amigos tão crentes, divinos;
Foram punidos por um mal que não cometeu;
E o rei que estava arrependido;
Largou seu orgulho e com perdão respondeu.

Mas triste povo que ainda sofria;
Com o perdão que o rei prometia;
Leva mágoas por toda uma vida;
E toda vila sofrendo, adormeceu.


Bjo